6.12.10

Gigante paranóico?


Topei com um post bem interessante do John C Abell na Wired! De acordo com o autor, o Google temeria um sucessor (?) à espreita. Em uma garagem qualquer, dois moleques poderiam estar em plena gestação de um monstro capaz de engolir o gigantesco império informacional sem o qual muita gente não imagina viver. History repeating itself? Ou uma mudança dramática de paradigma? Veremos...

P.S.: a ótima ilustra do post eu peguei lá no Paranoid News! Espero que eles não fiquem paranóicos com isso... ;)

2 comentários:

AyloNs disse...

Para quem vive de tecnologia, isso não é nenhuma surpresa. Esta é a postura padrão de qualquer empresa da área, e é algo encarado com naturalidade por todos, e soa tão repetitivo quanto uma empresa falar que precisa "agregar valor ao seu produto".

Aliás, que Yahoo! se tornou, nas minhas palavras, "o maior site desimportante do mundo" justamente por falta de paranoia, ninguém duvida. Algo similar vale para a IBM, que nos anos 80 e 90 se agarrou às tecnologias por ela consolidadas.

Como disse Andrew Grove, ex-presidente da Intel, "só os paranóicos sobrevivem".

Bruno Guerra disse...

Como sempre, muito bem pontuado, meu amigo! ;)

O que me intriga, no entanto (e corrija-me se estiver errado), é que o Google levou as buscas (e talvez a própria web, consequentemente) a um novo patamar. Um salto muito grande em pouquíssimo tempo. E eles continuam inovando.

Se alguém os engolir, o que isso vai significar para a web? Algo como Minority Report?

Cheers!